top of page
2Faixa slide mod.tamanho.fw.png

Criatividade Inclusiva em Fanzine - Minicurso

— “Na educação, o Fanzine traz de volta a fraternidade, a troca de ideias sem que um queira ser superior ao outro”

Gazy Andraus



Como uma leve brisa que anuncia a primavera, o professor Gazy Andraus chega no mês de setembro marcando presença no Diálogo em Educação Especial. Se você ainda não sabe, além da nova plataforma, o DEE traz todos os meses oficinas, minicursos e roda de conversa entorno de um eixo temático. E, neste mês de setembro (2021), com mediação do pedagogo Rodrigo Alves, contamos com o minicurso “Criatividade Inclusiva em Fanzine: O que é, qual a utilidade e como fazer um Fanzine” ministrado pelo professor Gazy.





Para quem ainda não sabe o que é Fanzine, o professor Gazy Andraus explica que os Fanzines, também chamados de Zines, são revistas independentes que podem trazer em suas páginas textos, artigos, crônicas, poesias, ilustrações, cartuns, histórias em quadrinhos(HQs), colagens, etc.

Quando se trata do Fanzine, não há limites para a criatividade. Basta uma folha A4 dobrada no meio para começar, contudo, como não tem limite para a criatividade dos zineiros (quem cria um Fanzine), podemos encontrar versões digitais de Zines, usando costuras, colagens, caixas, ‘pop-up', e até “brincozine”, um Nanozine de 2x2 cm.




Microzine e Nanozine (Fonte: Márcio Sno)

Na educação, o professor Gazy relata um pouco das práticas pedagógicas usando o Fanzine, podendo ser aplicado desde a Educação Infantil ao Ensino Superior, incluindo também a Educação para Jovens e Adultos (EJA) e a Educação Especial. Dentre os diversos benefícios abordados no minicurso, vale destacar nas próprias palavras do também Zineiro, Gazy Andraus que: — “Na educação, o Fanzine traz de volta a fraternidade, a troca de ideias sem que um queira ser superior ao outro”


Sem mais delongas, vamos ao que interessa!


O minicurso do professor Gazy oferecido aqui na plataforma do DEE de forma TOTALMENTE GRATUITO funciona da seguinte forma:


Composto de duas partes que já estão disponíveis no nosso canal do YouTube, basta você matricular-se para garantir seu certificado e tornar-se membro do DEE. Feito isto, você deve assistir às duas partes do minicurso.



Na primeira parte do minicuros o professor Gazy conta um pouco da história do Fanzine, fala sobre os principais zineiros e como essa arte faz parte de sua própria história. É, digamos, a parte teórica do minicurso que, além de oferecer o vídeo, disponibiliza todo o material da apresentação em PDF. Caso preferir, pode conferir o vídeo e o material que, independente da sua inscrição, fica disponível para todos.


Minicurso Fanzines - Educ especial-Gazy-parte1-teoria
.pdf
Fazer download de PDF • 24.27MB

Vale ressaltar que o certificado só é possível para aqueles que estão matriculados no evento.


Na segunda parte do minicurso é hora de “colocar a mão na massa”, ou seja, a parte prática. Nela, o professor Gazy compartilha várias dicas para dar os primeiros passos na criação dos próprios Fanzines. Ensina possíveis dobras, comenta sobre colagens, mostra várias possibilidades na criação dos Zines e ensina até um “macetezine” na hora de grampear o Fanzine. Além disto, dedica um tempo desta parte para comentar sobre as possibilidades pedagógicas das revistas independentes. Segue abaixo o vídeo e o material da segunda parte do minicurso:


Minicurso Fanzines - Educ especial-Gazy-parte2-prática
.pdf
Fazer download de PDF • 4.71MB

Tendo assistido as duas partes, é só preencher o formulário de feedback ou deixar um comentário no youtube para receber o certificado no fim do mês de setembro.


Contudo, não pense que o mês de setembro acaba aqui. O DEE entra na primavera com força total oferecendo uma Roda de Conversa com o professor Gazy (junto dos profs. Carlos Nacci do projeto FanziNAAHs, Ivane Laurete Perotti da UEMG e o intérprete de libras Wellington de Paula Fernandes) totalmente gratuita. Já está agendada para o fim do mês, então, fique atento para mais informações.


Aproveite!


517 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page